10 coisas legais The Vampire Diaries

The Vampire Diaries é uma série de televisão americana de drama e suspense desenvolvida por Kevin Williamson e Julie Plec. É baseada na série de livros de mesmo nome da autora L. J. Smith. A série estreou na televisão americana pela emissora The CW em 10 de setembro de 2009.

10 coisas deThe Vampire Diaries

E pra quem não saber, essa é uma das minhas séries favoritas, além de ter sido a primeira a me trazer pra esse mundo das séries legendadas. Ontem foi ao ar o episódio que derá fim a essa tão amada história. Como não poderia deixar de ser, eu resolvi listar aqui alguns motivos pelo qual meu amor pela mesma é tão forte e único.

1 – Ian Somerhalder

Se o Ian não estivesse no topo dessa lista, provavelmente não seria uma lista minha. Ian Somerhalder é de longe, uma das pessoas que eu mais admiro. Não só pela beleza ou talento, mas pela pessoa incrível que ele demonstra ser. Além de que  seu amor pelos animais e sua preocupação com o futuro do planeta o levou a criar a ISF(Ian Somerhalder Foundation), ONG que visa capacitar, educar e colaborar com pessoas e projetos para impactar positivamente o planeta e suas criaturas.

1 The Vampire Diaries

2 – Vilões | K.K.K (Katherine, Klaus, Kai)

E não poderíamos falar das melhores coisas de TVD sem citar aqueles que fizeram toda a história interessante. Intitulados por mim como Trio KKK, temos os melhores vilões de Vampire Diaries. Formado por Katherine Pierce, a vampira vadia que transformou os Salvatore; Klaus Milkaelson, o hibrido original que nos atormentou, mas também conquistou todo o nosso amor; E Kai Park, o sociopata herege que se parece com um alien. (Se você entendeu as referencias, provavelmente você já os ama ❥). É claro que a série não viveu só de vilões fodas como esses, mas eu vim listar o que eu amo, né mesmo?

3 – Irmãos Salvatore | Defan

“Tudo bem amar os dois, eu amei.” – Katherine

Você pode até não amar o triangulo amoroso da série, me definir entre Stelena e Delena foi algo totalmente desnecessário. Nós amamos mesmo é os Salvatore juntos. Lutando um pelo outro, sem uma duplicata pra criar discórdia nesse amor maravilhoso e fraterno. Tem coisa mais linda? Fica ai um vídeo que demonstra o quão complicado e forte é a relação desses dois ♥

4 – Amizades e relacionamentos

É claro que, além dos irmãos, a série nos dá um gostinho todo especial a cada relacionamento de amizade que floresce entre os personagens, as relações dos mesmo é um dos pontos mais fortes da trama. Apesar de toda a dor e loucura que o mundo sobrenatural causa aos nossos protagonistas, eles sempre tentam proteger uns aos outros, custe o que custar.

2 de The Vampire Diaries

É claro que a amizade Lexi e Stefan é uma ótima estampa disso, dado que a personagem nunca teve a chance de ressucitar e fazer parte fixa da série hahaha

5 –  Cast

O Elenco é com certeza um dos motivos do meu amor pela série, nesses oito anos de série o cast teve muitos desafios e demonstrou muito talento. Todos trabalharam muito bem juntos e se tornaram uma familia linda e super unida. Esse vídeo demonstra isso muito bem:

Lindos, né?

6 – The Originals

Se existem vilões que amamos, por que não uma família inteira deles? A família de vampiros originais trouxe a série várias reviravoltas interessantes, além de ampliar drasticamente a mitologia e toda a história em torno de Mistic Falls. O melhor é que ainda poderei curtir isso no spin off da série, que tem a estreia de sua quarta temporada em breve.

7 – Trilha sonora

Se tem algo que eu amo nas produções de The Vampire Diaries, isso é a trilha sonora. A música se conecta com as cenas, tornando o episódio único, além de sempre relembrarmos tal cena assim que toca sua song. Fica ai uma listinha com as minhas favoritas:

 

8 – Citações e discursos

Outra parte marcante da série é suas citações. Em todo episódio há uma cena com falas extremamente marcantes. Posso resaltar que muitas são muito melhores que as dos livros da mesma (#falomesmo). E os discursos são sempre emocionantes e muito bem feitos, vou deixar aqui um dos meus favoritos, onde Damon se despede de seu amigo de copo, Alaric. “Eles estão soltando balões no céu. Dá pra acreditar? Balões japoneses, são um símbolo de se desapegar do passado. Bem aqui está a novidade: Não somos Japoneses. Você sabe o que eles são? Crianças. Como se soltar um balão fosse fazer tudo ficar bem, ou até rezar, ou fingir que Elena não vai acabar como o resto de nós, vampiros assassinos. Crianças idiotas, iludidas e irritantes. Eu sei o que vai dizer: “Isso os fazem se sentir melhor, Damon.” E daí?  Por quanto tempo? Um minuto? Um dia? Que diferença faz? Porque no fim, quando você perde alguém, cada vela, cada oração não vai mudar o fato que a única coisa que sobrou é um buraco na sua vida, onde alguém que você se importou costumava estar. E uma pedra com o nascimento cravado nela que eu aposto estar errado. Obrigado amigo. Obrigado por ter me deixado aqui para ser babá.”

9 – Kevin Williamson feat. Julie Plec

E como falar da escrita, sem amar esses produtores? Apesar do afastamento de Kevin Williamson algumas temporadas atrás, ele e Julie Plec fizeram dessa série uma história rica e sentimental. Apenas amor por esses dois.

10 – Festas!

As festas da série sempre viam com um clima diferente, tantos as temáticas de época como os eventos familiares. E sempre com um figurino mais lindo que o outro e claro, o ataque de um dos vilões e muitas vitimas. Episódio com festa é sempre o melhor.

Acompanhar a história desses personagens foi algo que me fez feliz durante esses anos, então precisava compartilhar um pouquinho disso com vocês. Espero que tenham gostado do post, e se ainda não assistiu nenhum episódio, assista. Vale cada minuto.
Adeus, The Vampire Diaries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *